Liderança empresarial: 14 características de um bom líder

As grandes empresas já não procuram patrões. Na sua procura de novos talentos, os líderes são a principal atração, e vários estudos demonstraram que a produtividade aumenta quando existe uma boa liderança empresarial, ou seja, a aplicação de um processo pelo qual a empresa pode influenciar outros para atingir objetivos.

Neste artigo falamos em profundidade sobre a importância da liderança e o que define um bom líder com uma abordagem prática, porque estamos convencidos de que um líder nasce assim, mas também pode ser feito líder.

O que é a liderança empresarial?

Antes de entrarmos em ação, temos de ser claros quanto à base do conceito e para isso recorremos à definição do famoso psicólogo e escritor brasileiro Idalberto Chiavenato, especializado na área da Administração de Empresas e Recursos Humanos:

[Liderança] é um processo em que o líder exerce a capacidade de influenciar e liderar um grupo de pessoas, motivando-as a trabalhar com entusiasmo para a realização dos objetivos da organização.”.

No entanto, segundo John Maxwell, professor e autor americano, a liderança empresarial também pode ser definida com base noutros critérios:

Bons líderes são aqueles que fazem os grupos de trabalho e equipas que lideram atuar a um nível superior”.

A liderança pode ser definida de muitos pontos de vista, mas poderíamos dizer que é um conjunto de competências de gestão que um indivíduo possui dentro de uma empresa para intervir na forma de ser ou de proceder de um grupo de trabalho, fazendo-o agir com entusiasmo para a realização dos seus objetivos, melhorando assim a produção da empresa.

Porque é que é importante escolher um bom líder?

Um bom líder é capaz de conduzir a empresa para a realização dos seus objetivos e, entre eles, a melhoria da produtividade. De acordo com um inquérito do Institute for Corporate Productivity, 76% das empresas associam uma boa liderança ao crescimento da produtividade.

Além disso, de acordo com vários estudos, 30-40% dos resultados empresariais de uma empresa dependem do ambiente de trabalho, e desta percentagem, mais de 70% é determinada pelo estilo de gestão da empresa.

A liderança atual muda a hierarquia típica em que os empregados devem servir os seus patrões para um papel inverso, em que os patrões servem os seus empregados, conduzindo-os e orientando-os eficazmente.

No mundo empresarial, a responsabilidade empresarial é geralmente concebida como o cumprimento de objetivos destinados a maximizar os lucros para os interessados e acionistas, mas existe uma outra visão mais profunda e é aí que a liderança de serviço entra em jogo.

Este tipo de liderança torna-nos responsáveis pelo nosso próprio comportamento para com os empregados, criando assim uma equipa mais feliz, mais produtiva e com melhor desempenho.

Por conseguinte, a presença de bons líderes numa organização garante a máxima eficácia de produção. Se precisar de ideias para tal, convidamo-lo a descobrir as nossas 9 propostas para melhorar a produtividade e o desempenho de uma empresa.

Características de um bom líder

Quais são as qualidades que um bom líder deve ter? Embora seja verdade que nem todas as empresas encontram as mesmas características na figura de um líder, existem alguns traços comuns:

1. Boa capacidade de comunicação

Um bom líder deve comunicar eficazmente com a sua equipa, expressando o que precisa, o que pretende alcançar, bem como transmitir as indicações e as suas motivações para tomar certas decisões.

“A arte da comunicação é a linguagem da liderança. Se quiser ser um líder, deve ser um apresentador que se ligue ao público e entregue uma mensagem memorável”.

James Humes, escritor de discursos presidenciais americanos.

2. Boa capacidade de motivação da equipa

Não há liderança sem motivação; o líder motivado e motivador é essencial numa empresa.

A capacidade de motivar ajudará a criar o ambiente de trabalho perfeito para aumentar a produtividade, no qual os trabalhadores estarão mais motivados e felizes, diminuindo o desconforto e o absentismo.

Se pretende aumentar a motivação dos seus empregados, recomendamos que os envolva nos objetivos da empresa, por exemplo, transmitindo-lhes todos os objetivos a alcançar e, uma vez alcançados, comunicando-lhes os resultados obtidos. Desta forma, o seu trabalho tornar-se-á significativo e o seu desejo de alcançar objetivos futuros aumentará.

Por outro lado, para além do salário, outra parte fundamental da motivação de um empregado é sentir que ele ou ela contribui com valor para a empresa e que o seu esforço é reconhecido.

3. Carisma

Um líder carismático é uma pessoa que sabe como convencer, que tem magnetismo, que sabe conduzir os seus empregados com um sorriso para que possam facilmente fazer o seu trabalho.

Algumas dicas para aumentar o carisma e a influência sobre outros são:

  • Responder rapidamente, sem hesitação. Um estudo realizado por William von Hippel na Universidade de Queensland mostrou que as pessoas que respondem mais rapidamente tendem a ser mais carismáticas.
  • Mova as suas mãos enquanto fala. A gestualidade também o pode ajudar a ser ouvido e convencer os outros, como nos mostra Allan Pease, especialista em linguagem corporal:

O nosso interlocutor compromete-se até 40% mais com a nossa mensagem se ao movermos a nossa mão segurarmos a nossa palma para cima ou para ele, em comparação com a palma para baixo.

4. Entusiasmo

Quem não gosta de trabalhar com colegas positivos e agradáveis? Lembre-se de que o entusiasmo é contagioso. O líder deve ser capaz de transmitir segurança e confiança aos seus trabalhadores, e esta capacidade permite-lhe criar um ambiente de trabalho agradável.

“O ambiente de trabalho afeta quase 20% da produtividade de uma empresa.”

Roberto Lun, Professor e Professor de Gestão de Empresas na Universitat de València.

Algumas dicas para melhorar o ambiente de trabalho:

Adaptar o local de trabalho, tanto o equipamento e a disposição, como a decoração.

Deve-se criar uma atmosfera agradável, por exemplo, com quadros brancos onde os trabalhadores possam partilhar ideias e comentários, imagens inspiradoras, bem como sensações de marca através de diferentes atributos.

Oferecer horários de trabalho flexíveis sempre que possível.

Permitir aos empregados escolher as melhores horas de trabalho, de acordo com a sua produtividade, para alcançar um melhor equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

Se quiser implementar o flexitime na sua empresa, pode utilizar uma plataforma ou software para quantificar as horas trabalhadas por cada empregado, como por exemplo o Bizneo , que lhe permite ver as horas trabalhadas, as horas extraordinárias, o tempo gasto em cada tarefa, entre outras coisas.

Reconhecimento dos trabalhadores

Aproximar-se dos empregados e ganhar a sua confiança é uma das principais tarefas para encorajar um bom ambiente de trabalho.

Um bom líder agradece à sua equipa e reconhece os seus méritos. Os trabalhadores com maior confiança são 50% mais produtivos e 76% mais empenhados, de acordo com um estudo da PwC.

5. Capacidade de resolução

Uma das características mais importantes de um bom líder é a capacidade de resolver conflitos, ou seja, ser capaz de resolver problemas que impedem o desenvolvimento imediato do trabalho de equipa.

6. Organização e capacidade de gestão de recursos

Ter uma boa capacidade de planeamento e coordenação de recursos, tanto humanos como materiais e de tempo, é essencial.

7. Capacidade de negociação

Um líder é capaz de persuadir outros, criando relações benéficas com colaboradores, clientes e fornecedores. A fim de alcançar o objetivo desejado numa negociação, é crucial o domínio de várias técnicas de negociação comprovadas.

8. Criatividade

Este é um elemento muito importante no desenvolvimento da liderança.O líder é aquele que ousa ser criativo e insistir na mudança em busca de novas direções para transformar e melhorar uma situação. Para desenvolver a criatividade, deve ser capaz de deixar para trás o medo do fracasso ou o julgamento dos outros para evitar bloqueios, dar a si próprio tempo para pensar e estar disposto a anotar todas as suas ideias.

9. Disciplina

Para alcançar os objetivos estabelecidos, deve transmitir a exigência não só aos seus colaboradores, mas também a si próprio, ganhando através das suas ações a confiança da sua equipa. O líder não deve pedir algo aos seus empregados que não dá, ele deve liderar através do exemplo.

10. Escuta ativa

Um bom líder deve ouvir os trabalhadores, concentrando toda a sua atenção no que eles estão a dizer.O objetivo da escuta ativa é compreender plenamente a mensagem, incluindo os sentimentos, ou seja, ouvir para além das palavras, prestando especial atenção à comunicação não verbal.

Para melhorar a sua escuta ativa, recomendamos a paráfrase, por exemplo, resumindo o que lhe foi dito nas suas próprias palavras, demonstrando assim interesse e verificando que compreendeu corretamente.

Outra dica é fazer perguntas ao trabalhador quando este lhe está a explicar algo. Isto dar-lhe-á mais informações, assim como o contexto ou detalhes específicos do assunto e as suas preocupações.

11. Honestidade

O líder de uma empresa deve falar sempre a verdade. Um bom líder é uma pessoa honesta e transparente, especialmente quando se trata de liderar os outros. A fim de realizar o trabalho, o líder deve ser claro quanto aos objetivos estabelecidos.

80% dos empregados querem que o seu chefe partilhe mais informações com eles sobre o que a sua empresa está a fazer, de acordo com um estudo da Geckboard. De facto, de acordo com o mesmo relatório, 25% dos inquiridos conhecem alguém que deixou o seu trabalho devido à falta de informação.

A transparência permite ao empregado conhecer a direção da sua empresa e definir melhor o seu campo de ação. A informação que recebem, quer sejam resultados, estratégias ou qualquer outro tópico relacionado com a empresa, permitir-lhes-á desempenhar melhor as suas tarefas, mas também compreender todo o projectão e a razão pela qual as ações estão a ser realizadas.

Juan Ferrer, consultor, formador e coach, acredita que os empregados que conhecem toda a informação e projetos da empresa podem ser a chave para a melhoria da empresa.

“A experiência mostra-me que se pedirem e envolverem os empregados na mudança, são eles que a lideram.»

12. Visão

Para ser um bom líder, é preciso ter uma visão a longo prazo, pensar no futuro, ser capaz de detetar oportunidades e antecipar potenciais ameaças.

Para tal, o líder deve ter um conhecimento profundo da empresa, das suas estratégias e objetivos, do seu ambiente, das tendências e evolução do seu setor, e ter uma atitude de formação contínua, lendo livros e procurando aconselhamento especializado quando necessário.

13. Capacidade de tomar decisões

Um bom líder deve ser capaz de tomar decisões de forma eficaz e judiciosa, sem arbitrariedade.

Ao tomar decisões, é necessário conhecer o problema ou situação que se lhe depara, onde se encontra e para onde quer chegar.

É importante lembrar que nem sempre existe apenas uma opção certa. Como líder tem de ser objetivo a fim de avaliar todas as opções possíveis, de modo a poder perceber que existem mais alternativas do que se poderia pensar à primeira vista.

Uma vez encontradas as diferentes opções, recomendamos-lhe que analise os prós e os contras de cada uma. Quanto mais decisões tiver tomado, mais experiência terá, e mais poderá utilizá-la para melhorar.

Pode escrever decisões semelhantes que tenha tomado no passado e analisar os seus resultados a fim de utilizar esta experiência para decisões futuras. É necessário esclarecer que este método pode levar o líder a pôr travões com base em más experiências. Não é esta a ideia, queremos dizer que se deve comparar situações e aprender com elas.

14. Boa reputação

A capacidade de liderança de um líder e a sua boa reputação têm múltiplas vantagens para a empresa. Os executivos atribuem 45% da reputação da sua empresa e 44% do valor de mercado da sua empresa à reputação do seu CEO, de acordo com um inquérito da Weber Shanswick.

5 capacidades comuns de liderança empresarial

Esclarecer e reforçar a necessidade de servir os outros

Os líderes ensinam os membros da sua equipa através das suas palavras e ações e encorajam os trabalhadores a pôr de lado os comportamentos egoístas em favor do serviço aos outros.

Ouvir e observar atentamente

Os líderes devem ouvir os empregados e pedir a sua participação, ideias e feedback. Com o tempo, conhecerão a visão do mundo de cada um dos seus empregados, e adaptarão a sua abordagem de liderança em conformidade.

Assuma a responsabilidade pelas suas ações e dê poder aos outros

Ninguém é perfeito e todos nós cometemos erros, mesmo os melhores líderes. Tendo isto em mente, os líderes insistem em elevados padrões de trabalho, qualidade de serviço e alinhamento de valores em toda a equipa,responsabilizando-se e capacitando os seus empregados a trabalhar de uma forma mais responsável e crítica.

Saber agir como um mentor desinteressado

Trata-se de ajudar e orientar os trabalhadores a aprenderem competências vitais que irão melhorar o seu desempenho e desenvolvimento.

Mostrar consistência

É essencial perceber que uma ou duas conversas por vezes não trazem a mudança que se procura na mentalidade de um empregado.

A liderança implica ser consistente e investir tanto tempo quanto necessário para educar e inspirar as práticas de liderança dos funcionários nos membros da equipa.

Como se pode ver, a liderança é uma obrigação no mundo dos negócios. Uma empresa sem um bom líder que saiba motivar a sua equipa não será capaz de crescer e, claro, se crescer, fá-lo-á muito mais lentamente.

Ter em mente que um trabalhador feliz no seu ambiente de trabalho atinge mais cedo os objetivos estabelecidos, o que aumenta os lucros e melhora a imagem da empresa, tanto a nível interno como externo. Também torna a empresa mais competitiva.

“As vendas de uma empresa com empregados mais felizes aumentam em 37% e a produtividade em 31%

Shawn Anchor, investigador da Universidade de Harvard.

A aplicação da liderança de servidores contribuirá para o desenvolvimento da sua equipa, permitindo-lhe alcançar a excelência e o sucesso profissional muito mais rapidamente.

¿Te resultó interesante este artículo? ¡Compártelo con tu red!