Tipos de CV vencedores: Qual escolher?

Alguma vez se perguntou qual dos diferentes tipos de curriculum vitae é mais adequado para si? O curriculum vitae tem evoluído muito, especialmente na era digital. É por isso que não nos livramos de dúvidas cada vez que a atualizamos: que tipo de fotografia devo colocar, se incluo a minha idade, o que dizer do meu sexo, que secções devo acrescentar? Tudo isto dependerá sempre do seu perfil e do que deseja que o seu CV transmita.

Para além de escolher um bom estilo para o seu CV, é também importante criar a sua Marca Pessoal e ser original, diferenciando-se assim do resto dos candidatos. Como diz Viviana Giammatteo no seu livro “Il curriculum creativo”. Il CV e il Personal Branding nell’era del recrutamento 2.0″, criar uma Marca Pessoal é a única estratégia possível para se destacar e posicionar-se da melhor forma no mercado de trabalho em mudança e competitivo dos dias de hoje.

É altamente recomendado que acompanhe o seu CV com uma carta de apresentação. Tenha em mente que 69% dos gestores de recursos humanos percebem positivamente a anexação de uma carta de apresentação personalizada com o seu CV, como se pode ver nas Cartas de Apresentação e Currículos realizados pela Sociedade de Gestão de Recursos Humanos (SHRM).

Noções básicas para criar o seu CV

Quando se trata de criar o seu CV, há muitas opções a escolher para captar a atenção do gestor de recursos humanos e, assim, poder destacar-se em qualquer processo de seleção em que participe.

Entre as muitas possibilidades, deve ter sempre em mente os aspetos que mais farão sobressair o seu potencial. Por exemplo, se acabou de terminar os seus estudos, o estilo e estrutura do seu CV deve ser diferente do CV que apresentaria se tivesse uma longa experiência de trabalho.

Outro aspeto a ter em conta é o campo profissional no qual deseja trabalhar, tendo sempre em mente a importância das Soft Skills, pois a sua inclusão no seu CV ajudá-lo-á a realçar as suas qualidades humanas e a ir além da sua experiência e formação.

Abaixo, mostramos-lhe várias opções para fazer o seu CV ideal e indicamos em que casos seria melhor escolher uma ou outra. Vamos começar!

PT CRIAR UM CV VENCEDOR

1. CV Cronológico

Com este estilo de CV, a informação é organizada de forma gradual, começando com as realizações e empregos mais recentes e terminando com os mais antigos. Desta forma, o gestor de recursos humanos poderá ver a evolução da sua carreira. O CV cronológico é muito prático, pois permite uma visão rápida, clara e ordenada da evolução do seu percurso profissional.

Existem dois tipos de CV cronológicos, dependendo de como a informação é organizada:

  • Inverter CV cronológico: A informação é ordenada do mais recente para o mais antigo. Este é o mais comummente utilizado.
  • CV cronológico tradicional: Neste caso, a informação mais antiga é considerada prioritária.

Esta forma de organizar e estruturar o seu CV é perfeita se tiver uma longa carreira académica e profissional, pois poderá mostrar a evolução da sua carreira profissional de uma forma ordenada, destacando as suas promoções.

Por outro lado, se teve um período de inatividade no trabalho ou se mudou de emprego muitas vezes, desaconselhamos a utilização deste tipo de CV.

PT CURRÍCULO CRONOLÓGICO

2. CV funcional

A estrutura do CV funcional baseia-se na distribuição da informação por temas, destacando as suas aptidões e competências, destacando as suas realizações ao longo da sua carreira profissional e escondendo ou ocultando informação que não funciona a seu favor.

Este estilo de CV é frequentemente utilizado quando lhe falta experiência profissional, uma vez que lhe permite destacar as competências e conhecimentos adquiridos até à data. É também aconselhável se for um empresário, pois permite-lhe fazer uma compilação dos projetos que desenvolveu, independentemente de quando os executou.

PT-COMPETENCIAS-CURRICULARES

3. Currículo combinado

O CV combinado é uma mistura entre o CV cronológico e o CV funcional. Esta fusão dos dois CVs permite-lhe destacar a sua evolução profissional ao mesmo tempo que destaca as suas realizações e competências adquiridas.

É um CV muito completo, mas longo, por isso não é aconselhável utilizá-lo se tiver uma carreira profissional muito longa ou se tiver feito muitos cursos ou mestrados, pois pode ser demasiado longo. Se quiser utilizá-lo de qualquer forma, aconselhamos que o filtre bem e inclua apenas a informação que melhor se adapte aos requisitos do trabalho ao qual se pretende candidatar.

Por conseguinte, o CV funcional é ideal para pessoas que têm uma carreira curta e querem incluir as suas aptidões e competências para o tornar ainda mais completo.

PT CURRÍCULO COMBINADO

4. CV criativo

O CV criativo é utilizado para fazer a diferença, tornando mais fácil captar a atenção do gestor de RH, enquanto demonstra as suas capacidades criativas. Este tipo de CV não fornece simplesmente informação detalhada sobre os seus estudos ou experiência, mas tem um elemento visual original ou uma forma única e pessoal de organizar a informação.

Há muitas maneiras de criar um CV criativo, mas o mais importante é inovar e seguir o seu próprio estilo, enfatizando as suas capacidades. Por exemplo, se for ilustrador, pode fazer um CV cómico, mostrando o seu estilo de desenho. Por outro lado, se for um agente de vendas internacional pode incluir uma ilustração de um mapa e marcar as cidades onde fechou as vendas.

Recomendamos que inclua um código QR no seu CV para que o recrutador possa ter uma visão mais aprofundada do seu perfil, por exemplo, descarregando o seu CV convencional em formato cronológico ou a sua carteira, onde possa ver todos os seus projetos.

Uma alternativa para desenhar facilmente um CV criativo é o PowerPoint. Com esta ferramenta pode criar hiperligações para tornar o seu CV interativo e adicionar imagens, formas e gráficos. Finalmente, pode guardar a sua criação em formato PDF.

CV infográfico ou CV visual

Um CV infográfico é um CV muito visual e conciso, onde as diferentes secções são expostas através de gráficos, imagens e textos curtos. A informação que inclui deve ser concisa para deixar espaço para os elementos visuais, por isso, antes de começar, faça um exercício de planeamento para ser muito claro sobre o que irá incluir e como o fará. Selecione a informação que melhor se adequa à sua ideia de design e ao trabalho que pretende obter.

Este estilo é muito útil para pessoas que queiram candidatar-se a trabalhos criativos, tais como design gráfico ou marketing, pois pode demonstrar as suas competências através do design e do conteúdo do CV.

Se gostar da ideia de criar um CV infográfico, pode começar a fazê-lo através de um destes websites: Visualmente, Piktochart ou Canva. Se, por outro lado, não quiser complicações e preferir um website que crie o seu CV infográfico com a informação que tem no LinkedIn, pode utilizar o Visualize Me.

PT CV infográfico ou visual

CV em banda desenhada

Se tiver um bom domínio das técnicas de desenho, desenho e animação, este CV é perfeito para si. Sem dúvida, é um dos tipos de CV mais criativos, pois expõe toda a sua informação profissional através de uma pequena história ilustrada, que pode organizar livremente. Pode fazer isto de duas maneiras:

  • Vinhetas desenhadas:

Através de uma sequência de desenhos, pode resumir de onde vem e até onde chegou, mencionando a sua fase de formação e o seu percurso profissional. Crie um guião com a sua história, acrescente um pouco de humor e faça com que o gestor de RH se lembre de si pela sua originalidade.

  • Animação:

Neste caso, torna-se o protagonista animado, explicando as suas capacidades e realizações através de uma curta-metragem de animação, quer em 2D ou 3D (a menos que queira encontrar um trabalho como animador 3D, recomendamos-lhe que vá para 2D para acelerar o processo). Criar um CV neste formato requer um alto nível de proficiência em técnicas de programação e animação.

Existem também algumas opções para pessoas que não têm conhecimentos de animação, por exemplo Animaker, uma plataforma onde pode criar as suas animações do zero, ou a partir de modelos com uma versão gratuita. Além disso, este website já contém os seus personagens animados e pode adicionar texto, música, as suas fotografias ou vídeos. Outras plataformas livres para fazer um vídeo animado são Wideo ou Educreations.

Esta candidata decidiu criar o seu CV animado com a plataforma Animaker.

Neste caso, o candidato utilizou Motion Graphics (gráficos em movimento). A partir destes gráficos e textos, ela criou um curriculum vitae animado.

CV interativo

Um dos currículos mais inovadores é o CV interativo, um formato apelativo onde pode mostrar a sua carreira de uma forma participativa e online. O conteúdo interativo é 81% mais eficaz na captação da atenção das pessoas, de acordo com um estudo da Ion Interactive.

Além disso, com este tipo de currículo pode ser mais facilmente recordado, uma vez que, de acordo com dados do International Journal of Educational Technology in Higher Education, a gamificação e a interatividade aumentam a retenção de conteúdos em 12,23%.

Deve ter-se em conta que muitos destes currículos só estão disponíveis para páginas web, uma vez que funcionam como jogos de vídeo ou são construídos com linhas temporais. Por conseguinte, é aconselhável ter também um CV com um formato mais convencional.

Para fazer um CV interativo precisa de algumas noções de programação ou programas mestres que lhe permitam adicionar botões hiperligados para torná-lo participativo. Se não souber como começar, duas ferramentas que lhe permitem fazer este tipo de CV são o InDesign da Adobe ou o Genially.

PT Currículo interativo

Criar o seu CV como um jogo de vídeo é uma opção altamente recomendada, se quiser dedicar-se a este mundo e tiver capacidades de programação. Com este CV pode dar-se a conhecer, ao mesmo tempo que demonstra as suas capacidades criativas e técnicas. Abaixo mostramos-lhe um exemplo de um CV feito como um jogo de vídeo. Verá que enquanto o personagem percorre os ecrãs, encontrará toda a informação sobre o candidato. É uma opção muito dinâmica e divertida, onde pode mostrar todo o seu potencial e fazer algo realmente único e pessoal. Não haverá outra como esta!

5. Videocurrículum

Se quiser fazer um CV muito visual com muitas possibilidades artísticas e criativas, o CV vídeo é para si. Permite-lhe mostrar as suas capacidades de comunicação a potenciais empregadores, ligar-se a eles e transmitir o seu entusiasmo e personalidade logo desde o início. De acordo com The Balance Careers, 89% dos empregadores assistiriam a um CV em vídeo se este lhes fosse enviado.

Pode jogar tanto com o formato do vídeo como com a edição posterior, tornando as suas capacidades e valores como candidato conhecido e enfatizando os pontos que deseja destacar. O CV vídeo dura entre 2 e 4 minutos, mais ou menos, embora recomendemos que o seu CV vídeo não exceda 2 minutos de duração,

uma vez que, após este tempo, a atenção começa a diminuir significativamente, de acordo com uma análise da SumoMe.

Este CV éideal para pessoas que querem aceder a uma posição relacionada com o mundo audiovisual, mas pode ser igualmente eficaz em qualquer outro campo profissional. Pode criar o seu próprio CV vídeo, explicando a sua carreira em primeira pessoa e mostrando os seus projetos de uma forma visual.

Para criar um CV vídeo, precisa de ser claro sobre os aspetos da sua carreira e estudos que pretende destacar, e, para ter uma encomenda, pode criar um pequeno guião, onde divide o conteúdo em secções. Este esboço irá ajudá-lo a estruturar a informação e a não esquecer nada. Se optar por se gravar a falar em frente da câmara, não é aconselhável aprender o guião da cabeça aos pés, pois isto pode tirar-lhe a naturalidade. Tente falar espontaneamente, tomando como referência as secções do guião.

Para pós-produção ou edição, pode utilizar programas pagos como o Adobe Premiere Pro ou programas gratuitos como o Shotcut.

Aqui estão alguns exemplos de CVs de vídeo criativos:

Este CV vídeo é um exemplo claro das possibilidades criativas oferecidas por este formato. Neste caso, o candidato usa a criatividade e o humor na medida certa e necessária para explicar o seu CV como se se tratasse de uma história. Ele usa diferentes técnicas cinematográficas para se mostrar num escritório, parando o movimento no seu rosto para conhecer aspetos básicos como o seu nome, línguas ou local de nascimento.

Em seguida, ele volta à sua vida para mostrar como chegou ao seu destino. O fio condutor comum é a voz-off com música de fundo que acrescenta dinamismo, e que, juntamente com imagens e recursos de vídeo, ajuda a explicar toda a sua carreira, línguas, estudos, competências e aspetos pessoais.

Outra opção é criar uma peça audiovisual que explique o seu CV como se fosse uma história. Neste exemplo em espanhol, podemos ver como a protagonista se vende de uma forma criativa e diferente. Esta é uma boa opção se trabalhar no mundo audiovisual ou do design, onde as suas capacidades artísticas são normalmente mais importantes do que a sua carreira.

Finalmente, neste CV vídeo podemos ver como o candidato fala diretamente para a câmara enquanto utiliza texto e gráficos em movimento para reforçar a informação que nos está a dar. Este é outro exemplo da diversidade de opções oferecidas por este estilo de CV, pois explica toda a sua carreira, estudos, projetos e competências enquanto fala diretamente com os recrutadores.

Este estilo é mais comum para pessoas que querem trabalhar em sectores onde os antecedentes e a educação são fundamentais.

Como sabe que tipo de CV é mais adequado para si?

Isto dependerá sempre do seu campo de trabalho, dos seus conhecimentos e experiência, do seu perfil e do que pretende mostrar no seu CV, pois todos os CV que lhe mostramos são igualmente válidos. A única diferença está no formato e na forma como a informação é filtrada, estruturada e apresentada.

Os fatores a ter em conta para escolher o tipo de CV mais adequado são, principalmente, a sua educação, a sua experiência profissional, os projetos que desenvolveu e as suas competências, tendo em conta quais são as competências mais exigidas na nova normalidade.

Por conseguinte, é muito importante ter em conta tudo o que é exigido pelo tipo de trabalho ao qual se quer candidatar, bem como o campo em que se quer mudar. Por exemplo, se for um designer gráfico, o seu CV deve enfatizar as suas capacidades gráficas.

Lembre-se que se conseguir atrair a atenção através do seu CV, as suas hipóteses de chegar à entrevista e obter o emprego que deseja aumentarão dramaticamente, por isso não deixe a sua criatividade desperdiçar-se!

¿Te resultó interesante este artículo? ¡Compártelo con tu red!